O que é capotraste para violão e qual a função desse acessório?

4 minutos para ler

Você sabe o que é um capotraste para violão e guitarra? Trata-se de um dispositivo que se fixa no braço do violão, próximo a um dos trastes, pressionando as cordas. Há diferentes modelos, que utilizam de molas a parafusos, mas todos têm a mesma função: encurtar o comprimento de todas as cordas ao mesmo tempo, elevando sua afinação geral.

Então, quanto mais próximo ao corpo, mais agudo ficará o som das cordas ― lembrando que os trastes sempre caminham de meio em meio tom. Na prática, se você fixar o capotraste na quinta casa do instrumento, todo o encordoamento soará 2,5 tons acima.

Mas o capotraste tem mais funções além de elevar a afinação. Por isso, veja por que todo violonista ou guitarrista precisa ter um!

Do que é feito um capotraste e como ele é fixado ao instrumento?

Você encontra no mercado vários modelos de capotrastes para violão e guitarra. Escolher o melhor depende do tipo de instrumento. Em geral, eles são feitos de um conjunto de materiais, como metal, borracha, plástico reforçado, madeira, molas e parafusos, e podem agregar diferentes funções. Os capotrastes mais comuns são:

  • capotraste com molas: similar a uma pinça, “agarra o braço do violão e pressiona as cordas” como se fosse um pregador, mas não permite ajustar a pressão com precisão;
  • capotraste com parafuso: o ajuste é parecido com o capotraste de molas, porém o nível de pressão é ajustado por meio de uma rosca;
  • capotraste com afinador: vem com um afinador acoplado, para você conferir se as cordas estão vibrando na altura correta.

O ajuste de cada um é bastante similar. Eles podem ser instalados de baixo para cima, ou vice-versa, dependendo do modelo. Sempre, porém, bem próximo ao traste para garantir a pressão correta. 

O mais importante na hora de comprar seu capotraste é escolher aquele que se acople melhor ao design do seu instrumento, seja resistente e, preferencialmente, tenha uma borracha para evitar machucar as cordas ou danificar o instrumento.

Por que um capotraste faz tanta diferença para violonistas e guitarristas?

Agora, você vai conhecer algumas razões para ter um capotraste para violão ou guitarra. Haverá muita diferença em seu som! Observe.

Mude a afinação sem esforço

Por vários motivos, às vezes, é preciso subir a tonalidade de uma música rapidamente. Então, você apenas acopla o capotraste na posição desejada e continua com as mesmas posições dos acordes da tonalidade original. 

Evite pestanas em excesso

As pestanas são um desafio para muitos músicos e dependendo da frequência com que aparecem nas canções podem até causar lesões, como tendinite. Ao utilizar o capotraste você evita, por exemplo, essa posição de acorde em certas tonalidades nas quais há pestanas em todas as progressões harmônicas, já que tocará cordas soltas.

Alcance mais brilho e reverberação do som

O timbre de uma corda solta é mais brilhante e contínuo, ao contrário de quando se usa uma pestana, que “abafa” o som e o limita ao tempo de pressão sobre as cordas. Então, com o capotraste para violão ou guitarra, é possível combinar melhor a utilização de mais cordas soltas em muitas tonalidades.

No violão folk, por exemplo, a combinação de cordas soltas e com pestanas é a essência do estilo. Mas, às vezes, essas combinações podem se tornar bastante complicadas. Logo, o capotraste é a saída.

Tenha aberturas da mão esquerda mais confortáveis

Certos acordes exigem uma grande abertura de mão, o que exige muita técnica e dedos alongados. Se sua mão é pequena ou você não se desenvolveu no instrumento a ponto de abrir tanto a mão esquerda para pressionar as cordas, o capotraste facilita seu trabalho e tocar fica mais fácil.

Como você viu, o capotraste para violão ou guitarra tem várias funções importantes para ajudar na execução das suas músicas. Então, se ainda não adquiriu o seu, visite o site da BHGuitar e encontre esse e muitos outros acessórios que todo instrumentista precisa!

Você também pode gostar

Deixe um comentário