Como aprender a tocar um instrumento?

4 minutos para ler

Até os músicos mais famosos começaram do zero. É verdade que talento e um bom Home Studio ajudam, mas essa ideia de nascer pronto para a música é algo bem raro de acontecer. Qualquer pessoa pode aprender a tocar um instrumento, desde que escolha aquele que mais desperte sua paixão e desenvolva suas habilidades.

São muitas as vantagens de começar a tocar algo novo. A prática favorece a concentração, a memória e a disciplina. Melhora, também, a coordenação motora — fina e grossa — e estimula o convívio social. Já pensou em tocar para uma plateia cheia e ansiosa para ouvir o seu som? São ocasiões como essa que nos ajudam, ainda, a sermos mais desinibidos.

Quer entrar nessa jornada e descobrir um instrumento para chamar de seu? Então, confira algumas dicas que separamos para você.

Escolha um instrumento musical para começar

Definir qual instrumento mais combina com você dependerá de fatores emocionais e fisiológicos, ou seja, dos sentimentos despertados ao ouvir determinada melodia, da sua personalidade — mais extrovertida ou introvertida — e de como seu corpo se adapta fisicamente ao instrumento musical pretendido.

Diante de tantas possibilidades e ritmos, é preciso ir além da praticidade ou aparente facilidade em aprendê-lo. Todas as famílias — cordas, madeiras, percussão ou metais — tem suas particularidades e desafios. Opte por aquele que combina melhor com você.

Defina como vai estudá-lo

Enquanto alguns preferem aprender por conta própria, como autodidatas, outros demandam um acompanhamento mais próximo. Uma vez definido o instrumento, é chegada a hora de buscar um professor ou escola de música que ofereçam as aulas que você precisa.

Alguns profissionais oferecem aulas experimentais gratuitas antes de fechar um plano, o que ajuda nos primeiros contatos com o instrumento, na avaliação do método de aprendizado e se ele se adapta ao seu objetivo. Nas instituições de ensino, você pode optar por aulas particulares ou compartilhadas, aproveitando o momento para trocar conhecimento e fazer novas amizades.

Busque videoaulas para aprender a tocar um instrumento

Quem decidiu pelo aprendizado solo conta com alguns recursos de apoio. Existem diversos canais no YouTube, com dicas para aprender os instrumentos mais populares, como violão, guitarra, teclado ou bateria. O guitarrista e professor Alexandre Almeida, parceiro da BHGuitar, por exemplo, oferece dicas e ensina diversas técnicas, do básico ao avançado.

Alguns treinamentos online contêm o mesmo formato de videoaulas e são completos, ensinando teoria musical, afinação de instrumentos e harmonias mais complexas.

Existem também alguns aplicativos para smartphones, como o Coach Guittar, o Real Drum ou o iLearPiano. Os apps oferecem técnicas e tutoriais que são úteis para reforçar os conceitos e para horas em que o instrumento não está por perto.

Mantenha uma rotina de estudos

Praticar nas horas vagas é um hábito divertido que pode ser mantido. Contudo, para atingir uma técnica mais apurada, seria interessante dedicar algumas horas diárias ao aprendizado. Se você não dispuser de tanto tempo, mantenha ao menos algum contato com seu instrumento, de 10 a 15 minutos por dia.

Reveja as aulas e repasse os últimos exercícios que aprendeu, combinando com estudos teóricos e busca por novas dicas. O aprimoramento virá com o tempo. Portanto, quanto mais você se dedicar aos estudos, melhor será sua performance.

Pratique e persista

Adquira dose extra de disciplina e resiliência. Continue praticando mesmo que seja difícil alcançar as notas corretamente ou tenha a impressão de não evoluir como esperado. Se sentir desânimo, ouça o seu artista favorito ou ensaie usando sua música preferida.

O processo exige tempo e continuidade. Se as crianças, que costumam ter facilidade, levam anos para atingir a excelência, não será amanhã que você se tornará um expert. Portanto, não desista quando aparecerem dificuldades.

Aprender a tocar um instrumento é uma experiência valorosa que o acompanhará por toda vida. O primeiro acorde e a nota bem executada exigirão muito estudo e treino, mas trarão grande satisfação e sentimento da conquista. Continue praticando, peça ajuda a quem entende do assunto e busque a evolução contínua.

Comente aqui com qual instrumento você mais se identifica, como pretende aprendê-lo ou tire suas dúvidas sobre o assunto. Até breve!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário