Veja 5 dicas de como treinar o ouvido musical

Pessoa tocando guitarra
3 minutos para ler

Saber como treinar o ouvido musical é importante para se desenvolver em qualquer instrumento. Quem tem essa aptidão, também, consegue aprender canções e tirar solos com muita facilidade, sem ficar preso a tablaturas, partituras ou cifras.

Além disso, uma audição bem treinada também pode ser muito útil na hora de tocar alguma música de improviso. Principalmente quando o musicista já escutou aquela melodia em algum momento de sua vida.

Neste artigo, apresentaremos 5 dicas simples para que você possa treinar e desenvolver, cada vez mais, a sua habilidade em identificar ou recriar uma nota musical. Acompanhe!

1. Proteger a audição

Sem dúvidas, a dica mais importante é cuidar da sua audição. Pessoas que perdem a eficiência do complexo sistema auditivo, podem ter dificuldades para identificar certas frequências, além de prejudicar o seu aprendizado e desenvolvimento em um instrumento.

Para isso, evite longos períodos expostos a sons muito altos — especialmente com fone de ouvidos. Se for o caso, utilize protetores auriculares, em ensaios por exemplo, para reduzir a quantidade de frequências danosas que entram no seu sistema auditivo.

2. Estudar a teoria por trás do som

Outro ponto importante, é conhecer a teoria que existe por trás do som. Por exemplo, é necessário estudar a formação de acordes, escalas, modos gregos, encadeamento e outras técnicas. Ao fazer isso, você une o seu raciocínio musical aos sons identificados pelos seus ouvidos, facilitando a execução de canções e solos.

Então, para tirar um solo de guitarra de ouvido, por exemplo, saber em qual campo harmônico aquela música é trabalhada e quais são as escalas compatíveis, dá a você um direcionamento fundamental.

3. Ouvir a mesma nota várias vezes

Ouvir a mesma nota inúmeras vezes pode ser uma estratégia interessante para decorar a sonoridade emitida. Sendo assim, existem aqueles que defendem a necessidade de repetir 21 vezes a mesma nota em cada estudo, mas outros profissionais, defendem o número 65 de repetições.

No entanto, nenhuma dessas estratégias é conclusiva, afinal, tudo dependerá da sua facilidade de identificar as notas. Portanto, repita a quantidade ideal para você reconhecer cada uma das notas, até elas serem memorizadas.

4. Identificar uma nota por vez

Com relação à escuta de notas constante, é importante fazer esse processo em cada uma delas. Por exemplo, não adianta você repetir de forma contínua, toda a escala musical sequencialmente. Isso causará uma confusão no seu cérebro e pode dificultar a distinguir as notas separadamente.

Sendo assim, faça o processo de repetição uma vez em cada nota, até que ela fique registrada na sua mente. Em seguida, passe para a próxima, até chegar ao final da escala.

5. Escutar diversos estilos de música

Vale a pena escutar estilos de músicas diferentes para entender a dinâmica de encadeamento dos acordes em cada um deles. Existem muitas composições que repetem sequências com pouquíssimas alterações entre elas. Isso facilita o seu sistema auditivo a identificar apenas os acordes ou notas diferentes, desconsiderando aquilo que já é comum e repetitivo.

Por fim, treinar o ouvido musical não é tão difícil quanto parece. Porém, é um hábito que exige bastante exercício e dedicação!

Gostou deste artigo? Então, siga nossos perfis no Facebook e Instagram para não perder nenhuma novidade que postarmos a partir de agora.

Você também pode gostar

Deixe um comentário