5 dicas de como guardar um instrumento musical em casa!

Guitarra em case aberto
4 minutos para ler

Independentemente do preço, um instrumento musical traz consigo sempre um valor afetivo, não é verdade? Nós, que gostamos de música, tratamos esses objetos com todo o carinho, pois, além de nos proporcionarem bons momentos, geralmente, trazem boas lembranças.

Por isso, saber como guardar um instrumento musical é tão importante, afinal, ao armazená-lo da forma correta, é possível conservá-lo por mais tempo, evitando acidentes e garantindo que ele continue fazendo um ótimo som!

Você tem alguma dúvida sobre como deve guardar seus instrumentos em casa da melhor forma? Continue a leitura e descubra 5 dicas valiosas!

1. Mantenha o instrumento em um case apropriado

Violão dentro de uma case

Concordamos que manter os instrumentos expostos pela casa traz um charme ao ambiente, além de ser uma forma de espalhar a música por toda parte. Mas, essa atitude pode não ser a mais prática e segura, pois o instrumento sofrerá com as variações de temperatura e estará exposto à sujeiras.

Os cases são, sem dúvida, a opção mais segura de armazenamento dentro de casa. Eles protegem contra impactos, calor e umidade. Afinal, acidentes são imprevisíveis, até mesmo no ambiente doméstico, certo?

2. Guarde em local ventilado

Instrumento de percussão em casa

Muitos instrumentos podem ser bastante danificados se expostos à luz do sol. Quando sujeitos ao calor, a madeira corre sério risco de empenamento e a tinta pode desbotar.

Por outro lado, a umidade excessiva também é prejudicial, já que aumenta as chances de ocorrerem oxidações e ferrugens em diversas partes dos instrumentos, como nas cordas, tarraxas, ponte e outros componentes.

3. Conserve-o sempre limpo

Violão limpo dentro de case

Você sabia que o manuseio dos instrumentos pode prejudicá-los? A oleosidade das nossas mãos, por exemplo, chega a causar ferrugem nas peças, oxidar componentes e, até mesmo, alterar o timbre de alguns objetos.

Mas tenha calma, isso não acontecerá se você, toda vez que acabar de tocar, passar ao menos uma flanela seca em seu equipamento. Se não for possível, faça isso, no mínimo, uma vez por semana. Além disso, ao optar pelo uso de algum produto para conservação e limpeza, utilize um adequado para essa finalidade.

Uma dica extra: por estarem em contato com a boca, os instrumentos de sopro precisam de mais atenção em relação à higiene, pois podem proliferar micro-organismos nocivos à saúde. Já os de percussão, como pandeiros, tambores e bongôs precisam ter o seu couro (ou pele) hidratado com alguma frequência.

4. Evite locais com riscos de quedas

Violão em cima de sofá

Ainda que estejam guardados nos cases, os instrumentos podem acabar sofrendo acidentes, caso fiquem em locais altos ou apoiados de forma inadequada. Mesmo externamente os danos não sejam visíveis, alguns componentes internos podem ser danificados.

Além disso, se você não optar por cases, o hábito de apoiar os objetos no chão ou em móveis pode empenar ou danificar partes importantes. Portanto, prefira deixá-los em suportes adequados, de chão ou de parede.

5. Tenha as bags perfeitas para guardar instrumento musical

De corda, sopro, percussão… todos os instrumentos serão melhor conservados se estiverem em suas bags: uma pequena gaita, por exemplo, terá a sua vida útil estendida, além de não correr o risco de ser perdida por aí.

Ainda, bags, cases e semi cases protegem os objetos de vários danos, como pancadas, arranhões, quebras e desgastes provenientes da luz e da umidade, devido à proteção térmica.

Saber a melhor forma de guardar instrumentos musicais é fundamental para garantir que eles continuem alegrando os ambientes e/ou garantindo a sua renda por muito tempo. Logo, não descuide!

Gostou do conteúdo e quer saber mais sobre os cuidados com os instrumentos? Então, leia mais e entenda como fazer a manutenção deles de forma correta!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário