Conheça os principais tipos de amplificadores existentes

4 minutos para ler

Você conhece os tipos de amplificadores existentes no mercado atualmente? É muito comum ir até uma loja de instrumentos e encontrar uma infinidade de equipamentos com preços variáveis, chegando a valores efetivamente muito altos.

No entanto, muitas pessoas não sabem que cada um desses amplificadores têm finalidades diferentes e podem se adequar ou não às suas necessidades. Neste artigo, vamos mostrar os principais tipos e suas características mais marcantes. Assim, poderemos auxiliá-lo nessa difícil escolha. Acompanhe!

O que é um amplificador e qual a sua aplicação?

Um amplificador é um equipamento que transforma as pequenas ondas sonoras emitidas pelos captadores de um instrumento de corda em sonoridades infinitamente multiplicadas, possibilitando, assim, a emissão de um som que seja possível ser ouvido.

Existem diversas potências de amplificadores, desde os mais simples, com 10 ou 15 watts, para serem utilizados em casa, como outros bem maiores, de 100 watts ou mais, que são mais frequentes em palcos e grandes apresentações.

Quais são os tipos de amplificadores mais comuns?

Conhecer cada tipo de amplificador é fundamental para garantir que a sua aquisição seja adequada ao que você precisa. Para isso, vamos listar quais são as variedades principais e suas características mais relevantes. Continue lendo!

Cabeçote

O cabeçote consiste apenas na parte que controla e amplifica os sons de entrada. Essa ferramenta não conta com um gabinete ou alto falantes.

Sendo assim, se você pretende adquirir um equipamento como esse, necessitará, também, comprar uma caixa com um ou mais alto-falantes. Esse modelo é muito utilizado em apresentações ao vivo, de pequeno e grande porte.

Essa opção também é indicada para quem gosta de trabalhar com vários timbres diferentes. Utilizando apenas um gabinete, você pode adquirir diferentes cabeçotes ao longo do tempo.

Gabinete

Um gabinete consiste em uma caixa acústica que comporta um determinado número de alto-falantes. Geralmente construídos em madeira e revestidos com materiais resistentes a impacto, necessitam, obrigatoriamente, de um amplificador externo.

Os gabinetes mais comuns acomodam um, dois ou quatro alto-falantes, de tamanhos equivalentes, por sua vez, usualmente encontrados nas dimensões de 8, 10 e 12 polegadas.

Combo

O combo é um dos tipos mais comuns de amplificadores que existem. Você poderá encontrar os mais variados tamanhos e potências, com preços bem diferentes. Eles são chamados de combo pois têm sua caixa sonora interligada ao módulo de controle. Ou seja, é a junção de um cabeçote e um gabinete em apenas um equipamento.

Trata-se de um equipamento de fácil locomoção, que proporciona boa qualidade sonora, dependendo da marca que você for adquirir, e muita praticidade.

Amplificadores Valvulados X Transistorizados.

Valvulados

Antigamente, todos os amplificadores eram valvulados, pois era a tecnologia disponível na época. Contudo, esses modelos possuem uma sonoridade diferenciada, apreciada por muitos guitarristas, que dificilmente pode ser reproduzida por amplificadores que não contam com as famosas válvulas.

Entretanto, esses equipamentos possuem desvantagens consideráveis. Uma válvula quebrada pode significar um alto custo de manutenção e, mesmo que não apresentem defeitos, devem ser trocadas de tempos em tempos. Outro ponto negativo é o peso elevado na maioria desses exemplares, dificultando bastante o transporte, principalmente em turnês.

Transistorizados

Já cabeçotes e combos que utilizam transistores como tecnologia de amplificação, possuem diversas conveniências: são menores, mais leves, mais baratos e oferecem mais opções de efeitos embutidos cada vez mais inovadores, embora não reproduzam o som específico das válvulas.

Tanto o combo quanto o cabeçote podem ter seus sistemas sonoros produzidos por válvulas ou transistores. Atualmente, existem várias opções para atender de iniciantes a músicos mais exigentes.

Agora que você já sabe quais são os tipos de amplificadores mais comuns e conhece suas principais características, já deve ter uma noção básica sobre qual equipamento deverá ser adquirido para suprir a todas as suas necessidades.

Gostou das informações deste artigo? Então, confira nosso site e veja os tipos de amplificadores que temos à sua disposição!

Deixe um comentário