5 tipos de captadores de guitarra que você precisa conhecer

Diferentes modelos de captadores de guitarra
4 minutos para ler

Você provavelmente já ouviu grandes sons de guitarra, não é mesmo? Suas gravações favoritas contêm grandes performances e também ótimos timbres. Se deseja alcançar esse nível de qualidade e excelência com o seu som, deve atentar para a captação de seu instrumento.

Neste artigo, vamos falar sobre diferentes tipos de captadores de guitarra e como eles influenciam o resultado sonoro. Se tiver interesse em melhorias no seu timbre e aperfeiçoamento da sua musicalidade, não deixe de acompanhar.

A importância dos captadores

Essa pequena parte de um instrumento elétrico é crucial para o som que ouvimos no amplificador. Os captadores tem a função de transformar as vibrações das cordas em sons fortes e altos. Eles fazem isso ao captar esses movimentos e convertê-los em sinais elétricos que são enviados aos sistemas de amplificação.

A ciência por trás desses componentes é o eletromagnetismo. Esses equipamentos funcionam por meio de ímãs e bobinas de cobre que percebem alterações no campo magnético e transmitem informações sonoras através de cabos próprios para instrumentos. Por esse motivo, são responsáveis pela natureza dos timbres de uma guitarra e pela característica do som: se é limpo, agressivo, aveludado ou potente. A saída e o volume também estão diretamente ligados aos captadores.

Como existem vários modelos diferentes de captação, a escolha requer uma análise de alguns fatores, como sua particularidade sonora, o estilo musical que você quer tocar e o custo-benefício.

Tipos de captadores de guitarra

Vamos, então, conhecer os principais tipos de captadores e suas características.

1. Single-Coils

Captadores Single-Coils

São formados por uma única bobina e tem como particularidade um som brilhante e agudo. A quantidade reduzida de bobinas, porém, traz como característica um nível mais elevado de ruídos, criticado por uma parte dos guitarristas e aclamado por outros, justamente por se tratar de uma característica marcante do equipamento.

Modelos como Stratocasters e Telecasters consagraram os captadores single-coils nas mãos de guitarristas como Jimi Hendrix e David Gilmour.

2. Humbuckers

Captadores Humbuckers

Os humbuckers, por sua vez, apresentam duas bobinas e emitem um som mais encorpado e grave. Com níveis de ruído mais baixos, se adaptam melhor a distorções de médio e alto ganho. Esse tipo de captação se popularizou em modelos de guitarra como a Les Paul e SG.

Grandes grupos de rock como AC/DC e Metallica construíram seu som utilizando esse tipo de equipamento.

3. P-90

Captadores P90

Desenvolvido pela Gibson, nos anos 50, pode ser considerado um meio-termo entre single-coils e humbuckers, sendo, para alguns músicos, o melhor dos dois mundos. O P-90 é, essencialmente, um tipo de single-coil com bobina mais curta e mais larga do que o convencional, diminuindo seus níveis de ruído, mas sem eliminá-los completamente.

Por ter um visual semelhante a uma barra, foi apelidado de Soap Bar (barra de sabão). Jovens guitarristas contemporâneos, como Jared James Nichols e Gary Clark Junior são conhecidos por utilizarem muito esses captadores e colocá-los novamente em evidência.

4. Stacked

Captador Fender Noiseless

Os modelos stacked consistem, basicamente, na sobreposição de duas bobinas, preservando o som característico de um single-coil, mas eliminando os ruídos indesejados. Alguns dos captadores de guitarra mais famosos com essa tecnologia são os Fender Noiseless, amplamente utilizados por Eric Clapton.

5. Captadores ativos

Captador EMG Ativo

São alimentados por uma bateria de 9V, possuem baixo ruído e contam com um pré-amplificador que acrescenta uma característica mais potente, forte e alta. Além disso, a construção com imãs mais fracos permite um sustain maior, interessante para bases constantes e firmes e solos longos e expressivos. A EMG é a marca que mais se destaca na produção desse tipo de captação.

Como vimos, o som de uma guitarra varia drasticamente, a depender do captador que é utilizado. Cada modelo possui uma característica ideal para determinados estilos de música. Esses componentes, aliados a outras configurações, como madeira e formato do corpo do instrumento, ajudam a construir a identidade que cada músico procura.

Gostou de entender as diferenças entre os tipos de captadores de guitarra? Entre em contato conosco, escolha já o seu próximo instrumento e comece a tirar o som que sempre quis.

Você também pode gostar

Deixe um comentário