Tipos de violino: saiba como escolher o melhor para você!

4 minutos para ler

Podemos arriscar que o violino é o instrumento mais lembrado da orquestra, talvez porque apareça em maior quantidade e seja o mais agudo do naipe das cordas (que inclui também violas, violoncelos e contrabaixos).

Se você deseja iniciar no mundo dos chamados instrumentos de cordas friccionadas, o violino pode ser um bom começo, especialmente por ser leve, relativamente prático de manusear e ter sua partitura escrita na tradicional clave de Sol na segunda linha.

Mas, como identificar os tipos de violino e saber qual é o melhor para seu perfil? Para te ajudar, vamos apresentar agora os 3 principais tipos de violino e as suas características!

Violino acústico

Os violinos acústicos são os tradicionais. Seu corpo e braço são totalmente de madeira e sua amplificação é natural. Para isso, o corpo é oco e o som reverbera pelos efes, orifícios em forma de f, que ficam paralelos às cordas.

Sem dúvida, os violinos acústicos oferecem a melhor representação do som real do instrumento, sem amplificação e efeitos que possam disfarçar dificuldades técnicas na hora de aprender a tocar.

Esse é o motivo principal para professores recomendarem o instrumento acústico. A ideia é que você saiba exatamente como um violino soa e tenha a sensação correta do instrumento.

Assim como nos demais tipos de violino, você notará que o preço aumenta conforme a sua qualidade. Então, existem desde de violinos muito simples, que não chegam a R$500, até verdadeiras relíquias de milhares de dólares. Algumas marcas que você certamente vai gostar são: Spring, Hofma e Eagle.

Violino elétrico

Os violinos elétricos são instrumentos de corpo sólido, fabricados principalmente para maior criatividade e tem um som mais artificial. O violino elétrico é amplificado por meio de uma saída jack e permite a prática silenciosa com fones de ouvido. É ideal para quem mora em apartamentos e gosta de estudar música de madrugada!

Enquanto o violino acústico é o instrumento das orquestras, o violino elétrico atende bem às bandas de música popular. Então, se você curte gêneros como jazz, rock ou gospel, os violinos elétricos oferecem uma gama de recursos criativos.

Assim como na guitarra e outros instrumentos elétricos, você pode usar efeitos e pedais que irão expandir suas opções timbrísticas. Algumas marcas bacanas são a própria Eagle, Yamaha, Zion e Aurora.

Violino eletroacústico

O violino eletroacústico reúne o melhor dos dois mundos, ao combinar a aparência e o som tradicionais de um instrumento acústico com as características de um elétrico.

Seu corpo é oco e tem a opção de funcionar com ou sem amplificação. Embora um violino eletroacústico não permita uma prática silenciosa, é adequado aos músicos que gostam tanto do repertório erudito quanto popular.

Por isso, também possibilitam produzir sons criativos e diferentes efeitos, como no violino elétrico, mas sem perder aquele som natural. Então, os violinos eletroacústicos são muito versáteis para uso em diferentes ambientes e configurações de grupos musicais. Duas marcas referência no mercado são: Astonvilla e Stentor.

Dica bônus: saiba como o tamanho do violino influencia a performance

Antes de ir à loja comprar o seu violino, é ideal que você converse com um professor para saber o tamanho mais adequado à sua fisiologia. Embora os adultos sejam aconselhados a treinar no padrão full size, pode ser que em seu caso seja indicado um tamanho menor, ao menos por enquanto.

Como curiosidade, veja a tabela abaixo com os tamanhos de violino por faixa etária, começando pelas crianças:

  • menos de 3 anos: violino 1/16 (35,5 cm);
  • 3 a 5 anos: violino 1/10 (38 cm);
  • 3 a 5 anos: violino 1/8 (42 cm);
  • 4 a 7 anos: violino 1/4 (47 cm);
  • 6 a 10 anos: violino 1/2 (51 cm);
  • 9 a 11 anos: violino 3/4 (56 cm);
  • acima de 11 anos: violino 4/4 (58,5 cm).

Neste post, você já conhece os 3 tipos de violino existentes no mercado. Além das dicas de um violinista, também é importante que você fale com lojas especializadas que mostrarão várias sugestões de instrumentos.

Então, entre em contato agora com a BHGuitar, que vamos tirar todas as suas dúvidas?

Você também pode gostar

Deixe um comentário