Descubra como fazer o transporte de instrumentos musicais no avião

4 minutos para ler

Você sabe como funciona o serviço de transporte de instrumentos musicais no avião? As bagagens especiais podem ser despachadas ao pagar um valor adicional fixo que pode depender do país e da rota da sua viagem.

Geralmente, as companhias aéreas definem um limite de peso e dimensão para os instrumentos, mas também existe a possibilidade de levar o item dentro da cabine. Nesse caso, é necessário comprar um assento para acomodar o objeto, sendo que o preço da tarifa é o mesmo para um passageiro adulto.

Acompanhe a seguir e descubra como fazer o transporte de instrumentos musicais no avião da melhor forma. Boa leitura!

Como funciona o transporte de instrumentos musicais no avião?

As companhias aéreas brasileiras apresentam algumas especificações quanto ao tamanho e o peso das bagagens. Muitas vezes, não é possível transportar determinados equipamentos no voo. No entanto, se o objeto não exceder as dimensões e o peso previsto, o passageiro pode levar o instrumento tranquilamente no avião.

Para garantir e ter mais segurança no transporte, existe a opção de comprar uma passagem para levar o instrumento na cabine. Nesse caso, o equipamento não pode pesar mais do que 46 quilos e deve medir menos do que 290 centímetros.

Algumas companhias, por exemplo, estabelecem o limite de 10 kg para bagagens de mão. Assim, itens pequenos, como violinos e violas, podem ser levados na aeronave, desde que sejam acomodados e embalados corretamente.

Os instrumentos, geralmente, são considerados bagagem especial, ou seja, itens frágeis ou de alto valor com dimensões máximas de 41 x 41 x 90 cm, que podem ser transportados na cabine sob condições especiais. Em todo caso, a bagagem especial não pode ultrapassar os 300 cm lineares, e o passageiro ainda deve arcar com o valor correspondente do transporte do objeto no aeroporto antes de viajar.

Como transportar o instrumento musical com segurança no avião?

Seja em viagens de curta distância ou em viagens internacionais, é fundamental ter alguns cuidados para transportar o instrumento musical com segurança. As grandes companhias aéreas, normalmente, apresentam políticas de transporte semelhantes para tais equipamentos.

Mesmo assim, é necessário se preparar para a ocasião, até mesmo para que o objeto não seja danificado ou sofra algum tipo de acidente no trajeto. Veja, a seguir, algumas dicas para levar o seu instrumento no avião.

Embale em estojos rígidos

É interessante embalar o instrumento musical em estojos rígidos ou cases para que o item seja acondicionado adequadamente. Isso é ainda mais importante caso a bagagem seja despachada com as malas de outros passageiros.

Atente-se ao peso

Geralmente, o instrumento já embalado não deve ultrapassar os 45 kg. Caso a viagem tenha como destino um país internacional, será preciso verificar com antecedência com a companhia aérea qual o peso limite específico para esse tipo de transporte e bagagem.

Tente levar como bagagem de mão

Ainda existe a opção de levar o instrumento como bagagem de mão, desde que esteja dentro do limite de peso e dimensões permitidos. Essa é, sem dúvida, uma das maneiras mais seguras de realizar o transporte do objeto.

Observe as dimensões

As bagagens especiais e de mão apresentam dimensões específicas que devem ser cumpridas para que o passageiro consiga transportar o instrumento musical. Caso a bagagem exceda a dimensão permitida, será preciso pagar uma taxa por volume extra.

Proteja o instrumento durante o transporte

Quando o instrumento é pequeno e se enquadra como bagagem de mão, o passageiro pode levá-lo no assento durante a viagem. Para isso, é preciso proteger bem o item no transporte para que ele não seja danificado, quebrado ou arranhado.

Sempre que você for realizar o transporte de instrumentos musicais no avião, é fundamental conversar com a empresa aérea para entender como despachar o objeto da melhor forma. A companhia, comumente, avalia o equipamento e pode, em alguns casos, cobrar um valor adicional no voo. Como o item é frágil e de valor, o ideal é levá-lo como bagagem de mão. Com isso, fica mais simples se preparar para a viagem, evitando o risco de ter a bagagem barrada.

Aproveite e compartilhe o post nas redes sociais para que o conteúdo alcance ainda mais pessoas!

Você também pode gostar

Deixe um comentário